Busca avançada



Criar

História

Eu quero lutar por alguém

História de: Sebastiana Gomes Pinheiro
Autor: Museu da Pessoa
Publicado em: 10/12/2010

Sinopse

Sabázinha nos conta a história de sua família, as agruras e brincadeiras da infância na Vila de Tabatinga. Sabemos aqui sobre a morte de sua mãe, quando Sabázinha tinha 9 anos, e de sua consequente peregrinação entre a casa das tias aos 12 anos, em busca de trabalho. Depois, Sabázinha nos conta que trabalhou com políticos da região e em meio disso começou sua experiência materna. Além disso, a depoente nos fala das lendas de Juruti, de seu antigo bar e de seu trabalho em costura.

Tags

História completa

Chegou esse tempo da festa das tribos Muirapinima e Mundurucu. Aí foi que vieram as camisas para eu fazer com as lembranças de Juruti, com desenhos dos índios para eu colocar nas camisas. Pela primeira vez, pisei numa máquina de costura dessas, sem saber como. Mas eu aprendi logo. E foi o que aconteceu. Aí que eu comecei a costurar. E essa máquina foi o começo da minha vida.

Agora eu faço fardamento, faço todas as minhas coisas. Aí foi crescendo,  foi crescendo, e, graças, a Deus, eu fui construindo minhas casinhas. Eu ajudo muito as escolas também, com o fardamento. Para cada escola eu dou de oito a dez camisas, porque é muita pobreza nessas escolas daqui, muito mesmo. Então, eu dou o uniforme. Este ano eu acho que eu dei umas 30 e poucas fardas. Mas tudo começou com o Festribal.

Leia o depoimento completo de Sabázinha: 
http://www.museudapessoa.net/pt/download/historia/44688

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | fax +55 11 2144.7151 | portal@museudapessoa.net
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+