Busca avançada



Criar

Vídeo

Queria ser garçom, mas virei cabeleireiro

Sinopse

Quando chegou em São Paulo, o que Gê queria era ser garçom, mas o preconceito por causa de sua cor não lhe permitiu. Foi então aconselhado a virar cozinheiro ou cabeleireiro, e foi como este último que se firmou, depois de muitas dificuldades e ajuda dos parceiros. Incorporando sua negritude ao nome, Gê Black Power deu um novo sentido à sua condição e à autoestima de um povo.

Tags

Outras informações



Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | portal@museudapessoa.net
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional