Busca avançada



Home / Entenda / Portfolio / Projetos / Organizacionais

Memórias e Histórias do Pinheiro Neto Advogados - 2012 a 2014



O Memorial Pinheiro Neto, a princípio, localizado no subsolo da sede paulistana do escritório, guarda um importante acervo histórico sobre a Instituição e, em linhas gerais, um acervo importante para a compreensão do desenvolvimento do Direito no Brasil.

O acervo, composto por documentos de diversos suportes, foi reunido por uma equipe do escritório, que contava com a presença de sócios e funcionários, no ano de 2006, durante a mudança da sede de São Paulo. Com esta documentação, foi elaborada uma exposição permanente, que ocupou o espaço Memorial até o encaminhamento do presente Projeto. Neste espaço, além da exposição permanente, ainda está sediada a sala-réplica de José Martins Pinheiro Neto, fundador do escritório que iniciou seus trabalhos em 1942.

O Projeto Memórias e Histórias do Pinheiro Neto Advogados foi executado em duas fases. A primeira realizou o mapeamento e diagnóstico de conservação de toda a documentação sob a guarda do Memorial e a segunda fase marcou o tratamento técnico, organização, catalogação e acondicionamento do acervo, que compunha a documentação que estava em exposição e a documentação que estava guardada no espaço expositivo.

A organização deste acervo seguiu a Norma Brasileira de Descrição Arquivística (NOBRADE), que estabelece diretivas para a descrição de documentos arquivísticos no Brasil, compatíveis com as normas internacionais, com o objetivo de facilitar o acesso e o intercâmbio de informações em âmbito nacional e internacional.

O Projeto Memórias e Histórias do Pinheiro Neto Advogados teve início em meados de outubro de 2012. Seus primeiros passos, realizados de outubro a dezembro do mesmo ano, foram respectivamente: ações de reconhecimento de espaço, inventário, mapeamento e diagnóstico do acervo que constitui o Memorial Acervo Pinheiro Neto Advogados (PNA) e o reconhecimento de seu ambiente de salvaguarda.

Construídos os instrumentos de reconhecimento do acervo do Memorial PNA, foi possível realizar a análise de todos os documentos mediante seu “valor histórico”, ou seja, documentos cuja história de vida de seu fundador esteja intrinsecamente ligada a eles, ou ainda, aqueles que ajudem a contar a história/trajetória do escritório como um todo.

No início de 2013, um segundo olhar for dado aos documentos do Memorial, indicando exemplares em duplicidade ou que continham o mesmo conteúdo, com o objetivo de serem encaminhados para outras áreas do escritório, como Recursos Humanos, Biblioteca, Arquivo, para a família de PN ou diretamente para “descarte”, sendo aqui “descarte” definido como doação, digitalização ou mesmo destruição.  

O Acervo foi analisado e seus itens organizados em eixos temáticos elaborados de forma a facilitar a exposição da história do escritório ao público em geral e aos pesquisadores. Após a indicação dos eixos temáticos a mesma documentação foi separada por décadas (seguindo a lógica anterior de organização e de exposição do espaço Memorial) sendo possível elaborar uma estatística simples para localizar Gaps  de informação e documentação.

Os Gaps procuraram ser preenchidos com um intenso processo de pesquisa permanente que utilizou: Atas de comitês e reuniões de sócios do escritório, material bibliográfico, pesquisa online em acervos de jornais, revistas e blogs especializados em Direito, além de material de autoria de integrantes do escritório cedido generosamente pela Biblioteca do PNA.

A organização do acervo do Memorial PNA seguiu o padrão estabelecido pela Norma Brasileira de Descrição Arquivística (NOBRADE) e considerando as particularidades presentes no acervo. A metodologia do Museu da Pessoa procura pensar a organização de acervos institucionais para além da Norma; o contexto de produção dos documentos e objetos da instituição e sua história arquivística também são considerados no processo de organização, procurando manter as características dos acervos constituídos pelos seus clientes e adequando a organização do mesmo às necessidades do cliente e do futuro usuário.




Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | portal@museudapessoa.net
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+