Busca avançada



Home / Explore / Notícias

Brasil Migrante e os contextos do sertão Brasileiro



A série Brasil Migrante traz um novo olhar para a problemática das migrações e do inchamento das periferias das grandes cidades do país, mostrando para o grande público o que acontece com o imaginário daqueles que rompem com a vida que levavam, em meio rural, e migram para as grandes cidades brasileiras.

A curadoria dos personagens, feita em parceria com o Museu da Pessoa, conta com três histórias do próprio acervo do Museu. Uma delas é de Geraldo Prado, o Mestre Alagoinha, que migrou para São Paulo aos 18 anos em 1957. Depois de seis décadas, ele construiu uma biblioteca com 120 mil livros em sua terra natal no sertão da Bahia.

"Os nordestinos que iam para São Paulo eram todos do meio rural, do campo, fugindo da seca, jovens procurando trabalho. Nós íamos trabalhar em serviços básicos", recorda o baiano, que contou sua história ao Museu em 2009.

Mestre Alagoinha

Foto: Gaya FIlmes

Ao todo, 13 personagens compõem a série documental da produtora Gaya Filmes. São homens e mulheres com um imaginário imerso em recordações, símbolos e arquétipos cujas raízes profundas ainda se encontram em suas tradições culturais de origem.

Além dos episódios semanais inéditos, Brasil Migrante também vai ao ar em horário alternativo na TV Brasil nas madrugadas de domingo para segunda-feira, às 2h.

Serviço:

Brasil Migrante – quintas-feiras, às 6h, com reprise aos domingos e segundas-feira, às 2h, na TV Brasil




Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | portal@museudapessoa.net
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+