Busca avançada



Criar

História

A história da vovó Rosecléa

História de: Vovó Rosecléa
Autor: Carla Renata
Publicado em: 30/09/2019

Sinopse

 A vovó Rosecléa nasceu numa cidadezinha chamada Trajano de Moraes, no interior do Rio de Janeiro. Nessa cidade é que ela viveu suas maiores alegrias, morava numa casa bem simples. Filha de dona Therezinha e seu João, e mais seis irmãos que adoravam brincar na rua de chão até tarde, pois naquela época era muito tranquilo e todos podiam brincar à vontade. “Poxa! Como era bom brincar no balanço preso na árvore, de pique-bandeira, queimada, salada mista e muitas outras brincadeiras divertidas, éramos muito felizes e unidos”. A adolescência também foi muito boa e faziam muitas “festinhas americanas” com os colegas da rua, aos treze anos precisou trabalhar para ajudar sua família, é cozinheira aposentada e muito feliz, tem duas filhas e três lindos netos que são sua maior inspiração para viver todos os dias.

Tags

História completa

 Vovó Rosecléa nasceu em uma cidadezinha muito tranquila, Trajano de Moraes, no interior do Rio de Janeiro. Seus pais eram seu João e dona Terezinha, tinha seis irmãos que adoravam brincar no quintal de casa, embora fosse uma casa bem humilde, sempre tinha espaço para os colegas, o quintal da casa era bem grande com muitas árvores frutíferas. Quando chegava a hora de ira à escola subiam um morro bem alto, mas tudo era diversão, corriam pela rua de terra e já chegavam bem animados para a aula. _ “Que maravilha era poder brincar com todos naquela vizinhança, no quintal de casa tinha um balanço de madeira pendurado na árvore, na rua todos brincávamos de corrida, pique-pega, pique –bandeirinha, queimada e muitas outras brincadeiras, era muito divertido”. Na adolescência, os colegas se reuniam para fazer várias “festinhas americanas” que eram sempre na casa de uma pessoa diferente, dançavam e comiam muitas guloseimas. Aos onze anos começou a trabalhar na casa de uma família para ajudar no sustento da casa. Foi lá que aprendeu muitas coisas, inclusive a cozinhar, que mais tarde virou sua profissão. Quando chegou a fase adulta, já trabalhava como cozinheira, teve duas filhas, Fabiana e Ana Paula, ficou viúva e criou suas filhas da melhor maneira possível, lutou muito para que se formassem e tivessem um futuro melhor. Hoje já aposentada, é avó de três lindos netos, que são sua inspiração para uma vida melhor, são o orgulho para a vovó “coruja”.

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | portal@museudapessoa.net
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+