Busca avançada



Criar

História

Bibinha: a vendedora de bombons

História de: Bibinha
Autor: Monice De Lys Moreira
Publicado em: 12/11/2019

Sinopse

Bibinha nasceu em Caxias e teve uma infância muito pobre, porém muito feliz. Tem sua história marcada por dificuldades e apesar de tudo sonha com uma vida melhor, Bibinha lutou, venceu e hoje é feliz e sua vida é marcada por memórias que jamais esquecerá.

Tags

História completa

Em 1958, nasceu Lucenilde Costa popularmente conhecida por ‘’ BIBINHA’’ .Ela nasceu em Caxias um lugarejo bem simples cheio de árvores frutíferas e animais domésticos , a casa em que ela vivia era feita de barro e com uma porta de esteira (objeto feito de palha típico da região). Apesar de ser muito pobre teve uma infância muito feliz e no intervalo de seus afazeres domésticos que eram muitos brincava e se deliciava com o faz-de-conta embaixo dos pés de laranjas,mangas,goiabas e cajus árvores que ficavam ao redor de sua humilde e bela casinha beleza impar dada pela singularidade do local . As brincadeiras diversificadas e ela se deliciava ao adentrar ao mundo do imaginário onde se permitia sonhar ao brincar de: casinha, boneca de pano, amarelinha, pula corda e dentre outras brincadeiras que faziam os dias de sua infância mais bonito e feliz. Mesmo brincando e ajudando sua família Bibinha sonhava em mudar daquele lugar para tentar melhorar de vida, sonhos que nutriam a esperança de uma criança tão pequena mas que já tinha muitas responsabilidades , responsabilidades estas que só serviram de aprendizado para a formação dos valores pessoais e do caráter de Bibinha. Aos 10(dez anos de idade) foi para outra cidade também maranhense chamada Santa Inês nessa época foi trabalhar em uma casa de família apesar da pouca idade já realizava os mais variados trabalhos domésticos para poder garantir sua sobrevivência, os sonhos não acabam e então depois de um tempo veio para a Capital do Maranhão a cidade de São Luís , conhecida por Ilha do Amor pelos seus encantos que contagiam quem vive e passa por aqui .Ao chegar a São Luís as coisas não foram muito diferentes .Não foi nada fácil mas ela não desistiu lutou apesar de pouca idade sabia o que queria para o seu futuro e continuou trabalhando em casa de família, porém com muito esforço deu continuidade aos seus estudos depois de realizar todos os trabalhos domésticos da casa em que vivia tinha que fazer as lições de casa e apesar do trabalho exaustivo que fazia não a impedia de estudar e atualmente nutre um sentimento de gratidão por essa família que lhe acolheu aqui na Capital e lhes ensinou muitas coisas que Bibinha jamais esquecerá pois estas memórias estão guardadas nas suas melhores e doces lembranças. E assim,essa mulher guerreira e batalhadora seguiu em frente muitos foram os obstáculos, a aparência franzina causava descredito nas pessoas que não a conheciam e achavam que ela não iria vencer na vida. Iniciou então sua profissão de vendedora ambulante : vendia laranjas e bombons nas ruas , de São Luís sobia e descia ladeiras e mais tarde encontrou seu par afetivo com quem se casou e depois teve dois filhos e foi então que resolveu se mudar para o Bairro da Vila Isabel um bairro que tem em sua historicidade o acolhimento de famílias do interior do Maranhão que migram para a capital. Nesse bairro sua vida deu um giro de noventa graus melhorou muito: começou a vender bombons para as crianças e veio morar ao lado de uma escola pública espaço propício para o acesso da criançada. Atualmente, vende bombons para todas as crianças que passam alegres e vividas a caminho da escola e para as do entorno local .Comercializa outros atrativos infantis tais como canetinhas , borrachas, coloridas salgadinhos e outros .Profissão esta que já garante seu sustento e da sua família por décadas e a faz muito feliz porque nessa atividade permite fazer amizades com as crianças o que torna vida mais leve e feliz. As conquistas não são materiais e sim afetivas e emocionais, não ganha muito dinheiro e nem acumulou riquezas mas sua memória é recheada de historias que conta e encanta a todos que convivem com essa pessoa tão humilde mas tão maravilhosa de voz em tom baixo e jeitinho meigo de conversar com os outros. Alunos e alunas da Escola Municipal Lindalva Teotônia Nunes conhecem BIBINHA: A vendedora de bombons por quem demonstram grande afeto e respeito .Ela é vitoriosa , mulher guerreira do seu jeito conquistou o espaço na sua comunidade e hoje é muito feliz e guarda em seu coração as memórias mais significativas e das dificuldades que passou só resta o aprendizado.Seu rosto marcado e mãos calejadas pelo tempo só compõem a característica física porque em seu interior tem sentimentos de uma eterna infância notadamente sofrida pelas adversidades da historia como de muitas brasileiras e nordestinas , mas o espirito é eternamente grato por simplesmente ter sobrevivido a tantas barreiras como a pobreza e o preconceito. Infelizmente não prosseguiu nos estudos mas nunca é tarde para recomeçar...

Ver Tudo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | portal@museudapessoa.net
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+