Busca avançada



Criar

História

Com seu companheiro, enfrentando a vida

História de: Luana Alves Pessanha
Autor: Museu da Pessoa
Publicado em: 21/01/2013

Sinopse

Luana teve uma infância e uma adolescência feliz, e boas lembranças desses tempos. Ao mesmo tempo, não deixa de lembrar momentos difíceis que passou por ter uma deficiência na mão. Isso não a impediu de aprender piano e de ir a luta. Apesar das dores da vida, foi em busca de suas conquistas e de se aprimorar como atendente de loja, porque sabia como poucas pessoas o que era importante dizer e fazer para tratar bem seus clientes. Sua vida teve marcas muito fortes, como a dura perda de um filho pouco tempo depois do parto, e a felicidade de encontrar um companheiro que a apoia rumo afora.

Tags

História completa

“Uma vez um amigo, que é policial, disse que prendeu um rapaz, usuário de drogas, que contou que era assim porque a mãe dele tentou abortar. Ele tinha nascido sem uma perna. Minha mãe nunca tentou me abortar. Eu vim dessa maneira, com essa má formação congênita na mão direita, mas não vou me deixar levar pelo o que aconteceu. Se toco violão, pandeiro, fiz curso de cabeleireira e tudo – claro que da minha maneira – eu me sinto perfeita. Para mim, não há deficiência. Minha mãe desde cedo me ensinou a não depender das pessoas. Lavava louça, fazia comida, varria a casa, ajudava como qualquer pessoa. A casa era humilde, não precária. Meu pai sempre lutava pra poder dar o melhor pra gente. Ele foi uma pessoa que não recebeu carinhos dos meus avós, mas transmitia para gente, para mim e meus dois irmãos mais velhos. Eu tinha com ele até uma espécie de chamado, de um filme de lobos que a gente tinha assistido: ele assobiava e eu respondia, como um uivo. Quando eu comecei a procurar emprego, meu pai já me advertiu que as pessoas não iriam querer me dar emprego por causa da aparência. Na minha primeira entrevista, eu estava bem adiantada no processo, mas eles não tinham visto a minha deficiência. Quando viram, falaram “Não tem vaga porque você é deficiente. Como é que você vai carregar a caixa de blusas, como é que você vai limpar uma prateleira de vidro?” Cheguei chorando em casa e meu irmão dizendo que era pra eu pôr na Justiça, que ele ia quebrar tudo. Fomos lá pra conversar. Eles acabaram me contratando, mas só pra eu não pôr na Justiça. Passado o fim de ano, não me contrataram pra ser efetiva na loja. Mas aí comecei a gostar de trabalhar com o público, e até hoje é o que eu faço. Mas fiz também faculdade de Turismo. Na época, impulsionada por uma tristeza. Eu tive uma criança que gerei até os nove meses e na hora de nascer, tive que esperar o anestesista acabar de jantar e a criança engoliu água do parto e veio a falecer em três dias. Foi como se tivessem tirado o meu coração. Pensei “Vou lutar para ter algo melhor”. Passei em três faculdades e comecei a fazer. Foi durante esse período que trabalhei na rodoviária, fiz o curso de informática da Chevron, pra ter um certificado pro meu currículo e conseguir coisa melhor, e foi lá também que conheci meu esposo. Eu estava com o coração muito ferido, mas aí foi indo, indo, ele é uma pessoa compreensiva, que me apoia e reconhece... na época, eu fazendo faculdade, trabalhando na rodoviária, acordando às três e meia da manhã pra poder apanhar o ônibus e chegar lá às cinco horas. Até que casamos. Às vezes ele diz “Poxa, você faz muitas coisas, mais do que nós, pessoas que temos as duas mãos. Eu falo: “São pessoas que não conhecem elas por dentro, elas não querem lutar”. Hoje sonho em ter minha casinha própria e trabalhar na área de Turismo. E ainda vem um neném por aí, então, tem que dar tudo do bom pra essa criança. Sem contar o maior sonho de todos, que é da minha infância, que é cantar, gravar o meu CD. Mas isso é uma outra história...”

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | portal@museudapessoa.net
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+