Busca avançada



Criar

História

Fé e superação

História de: Débora
Autor: Lia Cristina Lotito Paraventi
Publicado em: 25/11/2018

Sinopse

Debora passou sua infância numa época onde as crianças brincavam na rua e ajudavam os pais. Quando Jovem deixou os estudos para trabalhar casando-se precocemente e morando com os pais. Numa situação difícil no casamento onde era oprimida pelo esposo consegue escondida de todos passar num concurso público e obter sua liberdade recomeçando uma nova vida. Com os filhos, uma situação de descobertas e a superação de preconceitos pela escolha sexual deles, firmando-se na luta contra a violência e o preconceito em sua vida.

Tags

História completa

Débora teve sua infância na zona rural com seus pais e irmãos em uma vida humilde, porém feliz. Ao virem para cidade iniciou seus estudos e precocemente os deixou para trabalhar. Casou-se tendo um relacionamento conturbado onde era impedida de sair de casa e com seus filhos para qualquer passeio. Conseguiu passar em um concurso público que fez escondida do esposo e pediu a separação libertando-se de seu sofrimento e de seus três filhos e nesse período pode contar com o apoio dos pais. No primeiro dia de trabalho como servente no sítio Figueirinha de São Roque sentiu uma liberdade que superava o medo sendo sua maior lembrança o carinho que as crianças da escola lhe davam, bem como os presentes: abóbora, leite, etc. Com a percepção da resposta do carinho. Seus quatro filhos completavam o horário escolar no núcleo ao qual ela releva grande importância na formação deles, pois não permaneciam na rua. Retomando os estudos no período noturno comentou com um amigo que gostaria de comprar uma moto para facilitar sua locomoção, sendo que este lhe indicou um conhecido que possuía o bem. A partir daí nasce um relacionamento que perdura até hoje, dizendo ser este companheiro a pessoa ideal que aceitou seus filhos como pai e superou juntamente com ela partes difíceis da vida, tendo uma filha em comum. Passa por uma situação conturbada ao descobrir que seu segundo filho era transexual. Embora tentando entender o filho, este entra em uma crise de identidade e foge de casa aos 14 anos, onde a mãe passa a busca-lo junto com o Conselho Tutelar, porém sem resultados positivos. Se tornando itinerante por várias cidades até encontrar uma família com a qual se identificou e permanece até hoje. Já na vida adulta se assumiu mulher e atualmente possui vida independente, mantendo contato com a mãe, embora nunca mais tenha retornado para sua cidade natal. Novamente se vê na mesma situação quando a filha caçula se declara homossexual. Dizendo que com a experiência de vida a situação foi bem mais tranquila tornando-se confidente e amiga fortalecendo a luta contra os preconceitos da sociedade.

Ver Tudo PDF do Depoimento Completo

Outras histórias


Ver todas


Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | portal@museudapessoa.net
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional

+