Busca avançada



Criar

Vídeo

Do tráfico para a Igreja

Sinopse

Dione fala sobre origem dos avós e dos pais, relembra a remoção da família de uma favela carioca para a Vila Aliança, no bairro de Bangu, Rio de Janeiro, na década de 1960, local onde se encontram as memórias de sua infância, como as brincadeiras, a vizinhança, a fábrica de tecidos, o time de futebol Bangu e o bazar de carteirinha, isto é, a venda à fiado. Dione conta sobre o papel da religião na vida familiar, a rigidez nas escolas em que estudou, o início do envolvimento de seus amigos com o tráfico, a venda de roupas, os bailes na comunidade, o poder dos traficantes e de quem está no movimento. Ele conta sobre alguns fatos da década de 1980, como a disputa entre os comandos e o Exército, o conhecimento de armas e seu envolvimento com o tráfico de drogas na comunidade, do qual tornou-se tesoureiro do grupo. Dione fala como retornou para a Igreja, se tornou pastor e iniciou o projeto de evangelização dentro da favela, como conheceu sua esposa e construiu sua família. O seu personagem leva o seu nome em Suburbia: “Pastor Dione”. Um sonho: o fim do crack.

Tags

Outras informações

Creditos: Museu da Pessoa



Rua Natingui, 1100 - São Paulo - CEP 05443-002 | tel +55 11 2144.7150 | cel +55 11 95652.4030 | fax +55 11 2144.7151 | portal@museudapessoa.net
Licença Creative Commons

Museu da Pessoa está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição-Não Comercial - Compartilha Igual 4.0 Internacional